Terra de Muitas Águas

Sejam seus dias, nascentes
Que seus sonhos permaneçam correntes
E o coração seja transparente

O que temos não se prende com muros
A verdade nos escapa em sussurros
Sorri o presente, após o momento duro

Pássaros cantam seu lamento
Árvores resistem ao cimento
O curso da água não muda com o vento

Anúncios