O fim.

-Estamos indo embora.

-Como assim “indo embora?” Vocês acabaram de chegar!

-Sim, dois dias. Já vimos o suficiente.

-Não, não. Você não entendeu. Temos muito o quê conversar, trocar.

-Na verdade, não temos. Vocês não têm nada que nos interessa.

-Somos o único planeta desse Sol com vida inteligente!

-Vocês conseguem construir, viajar e até se comunicam comigo, que sou de outra galáxia. Porém, vocês não serão um planeta por muito tempo. E não seremos nós, a raça alienígena e desconhecida, que os destruiremos. Serão vocês mesmos. Mesmo que suas máquinas e outras invenções sejam interessantes, não podemos aceitar fazer troca por um produto que é fruto de destruição. Adeus.

…E foi assim que os planos da humanidade terminaram.

Anúncios